domingo, 28 de janeiro de 2018

Bolsa Família

Bolsa Família


O Bolsa Família é um programa do governo federal que tem busca amparar milhares de famílias brasileiras que vivem em situação de pobreza. 

Essas pessoas são ajudadas a partir de uma contribuição mensal que soma a suas rendas e garante melhores condições de vida a essas famílias. Se você tem interesse em conhecer mais sobre este programa social, seja por iniciativa própria ou porque deseja participar dele, é indicado que continue a leitura desse artigo para ter acesso a maiores informações sobre o tema.

O país enfrenta crises econômicas, e como já é de conhecimento geral, quanto mais de baixa renda for a família mais vulnerável e sujeita a problemas econômicos ela está. 

Dessa forma, muitas pessoas que passam por verdadeiras dificuldades financeiras teriam em teoria o direito ao recebimento do benefício, porém muitas dessas famílias não têm conhecimento suficiente sobre o programa e acabam por abrir mão dessa “ajuda”. Mas, com a leitura integral deste artigo você não poderá mais se queixar por falta de informação, portanto, se prepare para conhecer tudo sobre o Bolsa Família.




O Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda direta do país, há muitas críticas que envolvem o assunto, mas contra fatos que comprovam que os recursos do programa foram usados de modo a devolver a dignidade a esses brasileiros que viviam em situação de precariedade, não há argumentos egoístas que desmantelem a eficiência da iniciativa do governo federal.

Para as famílias que desejam participar do Bolsa Família é importante que essas estejam atentas ao fato de que precisam comprovar renda, entre outros critérios que também são exigidos para ter acesso ao benefício. Por aqui você aprenderá como se inscrever no programa e entenderá mais sobre como este funciona. Fique atento.

Atualmente, o programa Bolsa Família atende mais de 13 milhões de pessoas por todo o país. São milhares de brasileiros que agora têm acesso a uma vida com mais qualidade, e consequentemente, maiores oportunidades. 

Os valores a serem recebidos variam de acordo com a renda dos moradores da residência e tais recursos têm o propósito de auxiliar na renda doméstica e trazer mais tranquilidade a essas famílias.

Quem tem direito ao Bolsa Família


Para ter direito ao recebimento do benefício, é necessário que a família interessada em participar do programa comprove sua situação de pobreza ou de extrema pobreza. Para fazer este cálculo é preciso somar a renda de todos os moradores da casa e dividir pela quantidade desses. Se o resultado estiver variando entre R$ 85,01 a R$ 170,00 por pessoa é declarada situação e pobreza, no caso desse cálculo gerar valor inferior a R$ 85,00 por mês é declarada situação de extrema pobreza. 

O benefício do Bolsa Família também se estende a crianças até seis meses de vida, a gestante e a crianças ou adolescentes até dezessete anos que vivam em família declarada pobre.

A prefeitura de cada cidade é a responsável pelo cadastramento no programa, ou seja, para ter acesso a informações mais detalhadas sobre o local de cadastro do Bolsa Família é indicado que se procure por atendentes municipais, pois são eles que recolhem e atualizam os dados relacionados ao cadastro do programa e ajudam a escolher as famílias que estão aptas a receber o benefício.

Para quem se encaixa nos critérios para receber o auxílio e deseja participar do programa, é o momento de buscar informações sobre o cadastramento na sua cidade. Depois, se dirija até o local indicado com toda a documentação em mãos, leve o seu documento de identificação e os da sua família e mais o comprovante de renda. 

Feito isso, agora é o momento de aguardar a análise dos técnicos do programa que decidirão se sua família se encaixa nos critérios do Bolsa Família.

Depois de ter feito o cadastro, no caso da sua família ser selecionada, vocês receberão uma carta informando da participação no programa. No caso de não receber a carta, é indicado que se procure a prefeitura para obter maiores informações, ou o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) da sua cidade. 

Se preferir, para esclarecimento de dúvidas e maiores informações contate gratuitamente a Central de Atendimento Caixa ao Cidadão através do número 0800 726 0207.

No mesmo endereço onde foi direcionada a carta que noticia a entrada da sua família ao programa social, será também o destino do seu Cartão do Bolsa Família. Dias após a entrega da carta, o seu cartão já estará a caminho. 

No caso deste último não chegar, contate a Central de Atendimento Caixa ao Cidadão no número apresentado acima.

Para cadastrar a senha no seu Cartão do Bolsa Família você vai precisar ter em mãos alguns documentos, como seus CPF e RG (documentos de identificação) mais o número do NIS (número de inscrição social). Depois, é preciso ligar no número 0800 726 0207 e seguir as instruções que são disponibilizadas pelo sistema. 

O atendimento é automático e só leva alguns minutos para a realização do seu cadastro.


Feita essa etapa do processo, agora é o momento de se dirigir até a casa lotérica ou agência da Caixa Econômica mais próxima para concluir o cadastro da sua senha. Leve seus documentos de identificação mais o seu Cartão do Bolsa Família e está feito. Agora você já possui o seu direito ao benefício assegurado, pois possui cartão e senha devidamente cadastrados.

Para sacar o auxílio, o beneficiário precisa se dirigir até um caixa eletrônico em uma agência da Caixa, ou receber através de casas lotéricas ou terminais do Caixa Aqui. No caso do cidadão estar sem o seu Cartão Bolsa Família, é necessário que este se encaminhe até uma agência da Caixa com seus documentos em mãos e mais o número do PIS para conseguir realizar o saque do seu benefício.


Agora você já está suficientemente informado sobre as condições que envolvem o recebimento do Bolsa Família. Veja se sua família se adequa aos critérios estabelecidos no programa social, e se sim, faça o seu cadastro e comece a receber o benefício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário