domingo, 28 de janeiro de 2018

Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018

O Imposto de Renda é um tributo administrado e controlado pela Receita Federal, portanto, qualquer informação a respeito da consulta ou cobrança do seu imposto é de responsabilidade do órgão. 

Tanto no que se refere ao atendimento presencial como o online. É importe que o cidadão esteja ciente que existem muitas informações e dúvidas que podem ser tiradas totalmente pela internet, e assim, poupar tempo e economizar com despesas de transporte. 

Saiba que neste artigo trataremos de apresentar as principais informações que envolvem o Imposto de Renda 2018, desde o valor das alíquotas a dicas que te guiem para que você mesmo consiga declarar o seu Imposto e Renda. Se tem interesse nessas informações, continue a leitura por este texto para conhecer mais sobre o assunto.

A declaração Imposto de Renda pelos trabalhadores que se enquadram nas regras estabelecidas pela Receita Federal é obrigatória. O órgão estima que no ano de 2018 mais de 40 milhões de pessoas entreguem suas declarações de Imposto de Renda

É de grande importância que o contribuinte não se perca nos prazos, pois isso acarretaria uma justificativa à Receita Federal, e em alguns casos, até multa pelo atraso na entrega do documento.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2018





Indivíduos que se enquadram nos seguintes critérios sociais deve declarar o Imposto de Renda 2018:

Trabalhadores, aposentados ou pensionistas que receberam renda mensal com valor superior a R$ 1.903,98, ou seja, contribuintes que no ano de 2017 tenham somado em rendimentos tributáveis um total superior a R$ 28.559,70;

Contribuintes que não geraram rendimentos tributáveis acima de R$ 40.000. Nesses casos, tais trabalhadores tiveram rendimentos não tributáveis, ou seja, não geraram nem lucro, nem valor liquido, e sendo assim, não é preciso pagar o imposto;

Para os trabalhadores rurais, a declaração do Imposto de Renda é obrigatória em caso de rendimento anual bruto de valor acima de R$ 128.308,50;

Quaisquer indivíduos que invistam em bolsa de valores, mercados financeiros e demais investimentos de capital;

Contribuintes que possuam imóveis ou terrenos em seu nome, com valor acima de R$ 300.000 devem também declarar o Imposto de Renda;

A declaração do Imposto de Renda também é obrigatória em casos em que os trabalhadores optem pela isenção de cobrança do imposto sobre o valor da venda de seus imóveis, desde que esse, no prazo de 180 dias, seja usado para a compra de outro imóvel.

No caso de se enquadrar em apenas um dos critérios mencionados acima, saiba que é obrigatório que faça sua declaração. E lembre-se: sonegar qualquer tipo de imposto é crime, dessa forma, se você se qualifica como contribuinte, deve declara-lo. Do contrário, o indivíduo obrigado a declarar o Imposto de Renda que se nega a fazê-lo, poder gerar complicações como multas ou, em certos casos, até detenção em regime fechado por período de até dois anos. 

Cronograma do Imposto de Renda 2018


O cronograma do Imposto de Renda 2018 já foi divulgado pela Receita Federal, fique atento as datas para fazer a sua declaração em dia. A partir do mês de janeiro, através de portaria da Interministerial a alíquota de reajuste do Imposto de Renda 2018 já será liberada. 

Depois da data de 20 de janeiro, haverá a liberação dos programas de auxílio ao Imposto de Renda pelo portal da RFB como Ganho de Capital 2018 e Carnê Leão 2018. A partir de 23 de fevereiro, há a liberação no Portal da Receita Federal o Programa IRPF 2018 para download.

A partir do dia 2 de março inicia-se o prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda 2018 e se estende para até a data de 28 de abril que é o termino do prazo. Outra vez se reforça a necessidade de atenção os prazos, o período para a entrega da Declaração do Imposto de Renda 2018 tem início no começo de março e termina do fim de abril, a entrega do documento fora desse prazo pode repercutir em punições. Confira seus rendimentos e veja se figura os critérios estabelecidos pela Receita Federal.

Sobre as Alíquotas do Imposto de Renda 2018


É importante que os contribuintes tenham ciência das alíquotas do Imposto de Renda 2018, pois mensalmente é descontada do trabalhador esta quantia em forma de contribuição. Como já dito, a alíquota do Imposto de Renda 2018 é determinada e publicada pela Receita Federal, órgão responsável pela gestão do Imposto de Renda.

Para os contribuintes que moram no Brasil ou residem no exterior é importante que tenham conhecimento da Tabela Alíquota do Imposto de Renda 2018, esses valores são importes pois são reajustados anualmente e devido a isso, é indicado que os contribuintes fiquem atentos a movimentação dos mesmos. 

As alíquotas que estão acima do valor total de cada contribuinte que recebe até R$ 1.903,98 não têm incidência de desconto, são isentas as pessoas que recebem abaixo ou igual a este valor.

Como Declarar o Imposto de Renda 2018


Para consultar o seu Imposto de Renda 2018 você não precisa sair de casa, no conforto da sua sala de estar de maneira rápida e muito simplificada você consulta o seu Imposto de Renda com o acesso ao site oficial da Receita Federal, basta informar o ano da sua declaração mais o seu CPF e depois digitar o código de segurança que é exibido na tela e está feito. De maneira simples e rápida você já tem sua consulta realizada.

Para declarar o Imposto de Renda 2018, o primeiro passo é acessar a página oficial da Receita Federal na internet, depois clique na opção que faz o download do programa, para assim, poder preencher os dados da declaração do Imposto de Renda 2018

Na sequência, você vai precisar escolher entre as opções de download, que são para dispositivos móveis, tablets ou computadores. Feito isso, basta preencher o formulário com seus dados pessoais e declarar o seu Imposto de Renda.
 
Há várias as formas de se declarar o Imposto de Renda 2018 e todas são através da internet, sendo assim, você não precisa nem sair de casa para realizar o processo e se manter regularizado com a Receita Federal. 

A primeira e mais simples opção para realizar a sua declaração do seu Imposto de Renda é através do aplicativo “IRPF” que é disponibilizado para celulares e tablets. Comece por instalar o aplicativo no seu aparelho móvel e siga pelo preenchimento dos campos solicitados. 

A segunda forma de declarar o seu Imposto de Renda 2018 é usando o site oficial da Receita Federal, comece por instalar o Gerador de Declaração para computadores e encontre a opção para download do programa, é nesse momento que você vai escolher pela plataforma que vai usar. 

Depois de concluir a instalação, clique na opção ”Nova Declaração” ou “Importar dados IRPF 2017”, a primeira opção é no caso de ser essa a primeira declaração feita no computador, o segundo é se o aparelho já tiver sido usado anteriormente para o mesmo fim. 

Continuando o processo, clique na opção “Declaração de Ajuste Anual” e espere pela abertura de um menu que será o seu guia para declarar o Imposto de Renda 2018

Agora é o momento de preencher os campos em brancos com dados referentes a dependentes, rendimentos, alimentandos, pagamentos efetuados, impostos pagos e retidos, bens e direitos, doações efetuadas, importações, dívidas e ônus reais, espólio, renda, entre outras informações mais. 

Depois de fornecer todos os dados solicitados, os confirme antes de enviar.
Ao fim, você terá acesso as informações de quanto foi gasto em impostos durante o ano em questão e se terá direito a alguma restituição. 

Depois de revisar as informações declaradas clique na opção “Entregar Declaração”. Feito isso, o processo está terminado e sua declaração enviada, basta agora imprimir o recibo da sua Declaração do Imposto de Renda 2018.

Quem recebe a Isenção do Imposto de Renda 2018


São isentos da obrigatoriedade de entregar a declaração do Imposto de Renda 2018 os indivíduos que não se enquadram nos critérios estabelecidos pela Receita Federal e listados acima. 

Trabalhadores que se encaixam nas condições listadas a seguir recebem a isenção da declaração do documento ao órgão. São eles os trabalhadores que possuem renda mensal a baixo de R$ 1.903,98. 

Também são isentados do pagamento do Imposto de Renda os trabalhadores que foram diagnosticados com doenças dispostas como Hepatopatia Grave, Hanseníase, Neoplastia Maligna, Espondiloartrose Anquilosante; Alienação Mental, Doença de Parkinson, Esclerose Múltipla, Doença de Paget (Osteíte Deformante); AIDS, PARALISIA Irreversível e Incapacitante, Cardiopatia Grave, Cegueira, Nefropatia Grave, Contaminação por RADIAÇÃO, Tuberculose Ativa e Fibrose Cística (Mucoviscidose).

Para maiores informações sobre o Imposto de Renda 2018 você pode entrar em contato com a Receita Federal por meio do ReceitaFone 146 ou pelo número (11) 3003 0146 e esclareça todas as suas dúvidas sobre o tributo cobrado e as condições que envolvem a sua declaração.


Fique atento aos prazos estabelecido pela Receita Federal e não se esqueça que o período para entrega da declaração do Imposto de Renda 2018 começa no início do mês de março e vai até o fim de abril (02/03 – 28/04/2018).

Nenhum comentário:

Postar um comentário